Notícias

29/10/2014

Liesjho prepara carnaval pensando em todos os setores

 “Arquibancadas serão montadas e desmontadas em no máximo 7 dias”

 

    A Liga Independente das Escolas de Samba de Joaçaba e Herval d´Oeste (LIESJHO) confirmou na tarde de terça-feira, dia 28, que as arquibancadas para o Desfile 2015 que ficam localizadas na principal avenida de Joaçaba, XV de Novembro, serão montadas e desmontadas em no máximo sete dias.

    “Essa é a nossa exigência para a empresa que vencer o processo de licitação”, afirmou Sérgio de Giacometti – presidente da entidade. Segundo ele, a ideia ainda é de que parte da arquibancada seja desmontada já na madrugada de domingo – facilitando ainda mais para os comerciantes.  “Como os desfiles vão ocorrer no sábado e no domingo, parte será desmontada. Apenas entre Bonato e praça em frente à prefeitura será mantido. Isso porque na segunda-feira à noite teremos gratuitamente o desfile de blocos”, afirmou.

    A informação já foi repassada ao presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas de Joaçaba (CDL) Pablo Calluans e a diretora secretária Neusa Maria Breda. Além disso, a LIESJHO propôs uma alteração nos horários de abertura do comércio local nos dias de carnaval. A ideia é que o comércio trabalhe na segunda, terça e quarta-feira de folia – das 11 às 19 horas – ou até mesmo no período das 13h30m até as 19h30m. “Essa é uma reivindicação nossa e também dos dirigentes dos blocos carnavalescos. Nós entendemos que essa atitude proporciona a todos a participação dos eventos Desfile de Escola de Samba e Carnablocos como também beneficia desenvolver ações em prol do comércio para captação de vendas junto aos turistas que permanecem na cidade”, afirmou Júnior de Sá – vice-presidente da Liesjho.

    Na tarde desta quarta-feira, dia 29, a diretoria da LIESJHO, em especial o engenheiro e diretor de carnaval - Diovan Pereira da Rosa – estiveram no Corpo de Bombeiros de Herval d´Oeste. Diovan disse que a intenção da entidade é deixar a cada ano o evento mais seguro dentro das possibilidades que a Avenida XV de Novembro oferece. “Estamos com algumas mudanças previstas, mas conversamos com os bombeiros para que tenhamos um respaldo e uma orientação quanto a isso”, destacou.